10 setembro, 2005

Acabo de receber um e-mail de um amigo de New York, John Collins, um antropólogo que fez pesquisas aqui na Bahia e foi meu aluno na Pós-Graduação do ISC. Ele me enviou fotos da devastação produzida pelo Katrina em New Orleans e um comentário amargo sobre a incúria do governo norte-americano, seu descaso com a população pobre e negra que foi a mais afetada. Concordamos em que o furacão cretino sediado na Casa Branca é bem mais perigoso que o Katrina. E um dos agravantes da situação foi sem dúvida o criminoso desmonte neo-liberal dos instrumentos de ação social do Estado, a famosa "redução do Estado" que o desaparelhou para as tarefas de autêntico interesse público, em benefício de uma minoria privilegiada (aquela que de Reagan para cá tem usufruido de cada vez maiores benesses e de generosas reudções dos impostos. Temos tido aqui no Brasil quase uma década de prevalência do mesmo neo-liberalismo mais ou menos encoberto por capas de hipocrisia de variadas cores. A corrupção sistêmica é só uma das faces desse modelo político. O que acham vocês?

4 Comments:

Blogger Manoel Carlos said...

Seja bem-vindo à blogosfera, por certo ela ficou mais rica.

domingo, 11 setembro, 2005  
Blogger Marina said...

Vimos na CNN que o governo recebu VARIOS avisos do instituto metereologico americano sobre o perigo iminente. A White House nao tomou nenhuma providencia, e Bush continuou suas ferias.

Se eles nao tivessem agido desta forma, e declarassem uma semana antes do Katrina que as linhas de onibus e trem estariam a disposicao, gratuitamente, para que os habitantes pudessem evacuar, milhares de vidas - e dolares - teriam sido poupados.

:S

segunda-feira, 12 setembro, 2005  
Blogger Drosofila said...

Bush é um carrapato.

terça-feira, 13 setembro, 2005  
Blogger Manoel Carlos said...

Acrescente-se a tudo isto o fato de Bush ser um terrorista ambiental e de que as ações dos estadunidenses têm afetado o clima, tornando mais freqüentes e intensos fenômenos como o Katrina.

sábado, 17 setembro, 2005  

Postar um comentário

<< Home