24 julho, 2006

Sinistra esta guerra bushiana que Israel move contra a Hizbollah de forma criminosa e estúpida, sacrificando vidas inocentes numa agressão inominável ao Líbano. Não há justificativa para tão covarde terrorismo de Estado; a alegação de "combate ao terrorismo" , neste caso, é mais que cínica. Espantosa também a covardia dos Chefes de Estado da Comunidade Européia que calam o protesto pelo temor de ser considerados "anti-semitas". Semita só pode ter um significado aceitável histórica e antropologicamente: falante de uma língua do tronco semítico. Como é o caso dos árabes, dos palestinos, dos libaneses, tanto quanto dos judeus. Quantos semitas o Estado nazista de Israel está sacrificando? Esse Estado de Israel nada tem a ver com a verdadeira, forte e bela tradição judaica. Seus líderes sujam o nome do patriarca e cospem na boca dos profetas com seu despudor homicida, alheio a quaisquer valores morais.

Agora passo a outro assunto que me está preocupando muito: uma ameaça sinistra contra um dos mais belos lugares do mundo, a bacia do Rio Xingu. Estão querendo lá construir barragens criminosas que podem destruir magnífico nicho ecológico e um santuário de culturas indígenas, colocando em risco a vida de muitos povos. Por favor, protestem, lutem todos contra este crime premeditado e anunciado cinicamente. Abaixo reproduzo mensagem que enviei a respeito ao Presidente da República.

Exmo. Sr. Presidente da República

Luis Ignácio Lula da Silva

Em nome dos interesses maiores da humanidade, vimos fazer a Vossa Excelência um apelo no sentido de evitar uma verdadeira tragédia: o brutal comprometimento de um nicho ecológico dos mais ricos, a redução calamitosa da biodiversidade de nosso país e a violenta agressão a uma área cultural exuberante, com dano a diferentes povos que se distinguem entre os primeiros habitantes do Brasil. A Barragem de Paranatinga II, que tem suas obras em execução ao arrepio da lei, afrontando decisão judicial, representa um atentado contra um sistema hídrico vulnerável, com as mais deletérias conseqüências para o ecossistema. Além disso, atenta contra os direitos humanos e a diversidade cultural, pois coloca em risco a qualidade de vida e mesmo a sobrevivência dos povos da bacia do Xingu, que — se a obra nefasta não for detida — serão dramaticamente afetados pela ilegítima construção da PCH Paranatinga II no Rio Culuene, por sinal a apenas dois quilômetros de uma Reserva Ecológica: o modo de vida tradicional dos Waurá, Kuikuru, Yawalapiti, Kamayurá, Nafuquá, Aweti, Kalapalo, Mehinako, Matipu, Trumai, Ikpeng, Kayabi, Juruna, Beiço de Pau, Suyá, Kayapó, e Xavante corre assim um risco de extinção.


Não queira Vossa Excelência que em seu governo um crime dessas proporções seja perpetrado.


Confiando em seus sentimentos de humanidade e dignidade, em seu respeito à vida e aos direitos dos povos, esperamos resposta a nosso apelo: confiamos em que Vossa Excelência fará suspender a construção da nefanda represa.


Respeitosamente,


Prof. Dr. Ordep Serra

Coordenador do Grupo Hermes de Cultura e Promoção Social










9 Comments:

Blogger poesias quase brutas said...

as fontes, os aquedutos, as barragens, os aprisionamentos dos fluxos sao mecanismos dos despotas. dessa forma os governos criam seus aparelhos de captura.
de que forma lutar contra essas construçoes de seculos? infiltrar-se por diversos pontos de fuga...agir como maquinas nomades para incomodar os governos.

quinta-feira, 27 julho, 2006  
Blogger Drosofila said...

O mundo está cheio de criminosos.

quarta-feira, 02 agosto, 2006  
Blogger Manoel Carlos said...

Tratei da agressão em postagens recentes, cinclusive com a publicação de um manifesto de cineastras israelenses condenando a barbárie.
O desmatament na Amazônia tem se superado a cada ano, nenhuma surpresa se temos como presidente alguém que em entrevista à revista Isto É -Senhor em abril de 1989 declarava que a Amazônia já não era brasileira e que deveria ser negociada em troca da dívida externa, agora ele a negociou em troca da "blindagem" e da reeleição, por quarenta anos ela ficará sob a tutela de ONGs e empresas transnacionais.

quinta-feira, 10 agosto, 2006  
Blogger daviddenton45804642 said...

hey, I just got a free $500.00 Gift Card. you can redeem yours at Abercrombie & Fitch All you have to do to get yours is Click Here to get a $500 free gift card for your backtoschool wardrobe

domingo, 01 outubro, 2006  
Blogger Manoel Carlos said...

Natal sem sinos - Manuel Bandeira

No pátio a noite é sem silêncio
E que é a noite sem o silêncio?
A noite é sem silêncio e no entanto onde os sinos
Do meu Natal sem sinos?

Ah meninos sinos
De quando eu menino!

Sinos da Boa Vista e de Santo Antônio.
Sinos do Poço, do Monteiro e da Igrejinha de Boa Viagem.

Outros sinos
Sinos
Quantos sinos!

No noturno pátio
Sem silêncio, ó sinos
De quando eu menino.
Bimbalhai meninos.
Pelos sinos
De quando eu menino,
Pelos sinos (sinos
Que não ouço), os sinos de
Santa Luzia.

Rio, 1952

Há muito digo que me assusta as pessoas apoiarem Lula por acreditarem no que ele diz, tanto quanto por concordarem com o que ele faz.

segunda-feira, 25 dezembro, 2006  
Anonymous Anônimo said...

I found some search engines.
But i dont understand the type it.

levitra
phentermine
carisoprodol

domingo, 04 março, 2007  
Anonymous Anônimo said...

Best flower for you girlfriend
BEST FLOWER

soma or here phentermine

sábado, 31 março, 2007  
Anonymous orlando said...

politica... resultados agora, conseqüências depois. Pensamento irracional mas infelizmente verdadeiro, não só a bacia do Xingu passa por esse problema, observem o rio São Francisco! cheio de irregularidades apontados por promotores, com a realização antes de uma revitalização necessária! imagine os discursos durante as eleições presidenciais...

ah! li o post sobre seu ápice helenístico no bar candango, realmente emocionante, imagino se será assim quando realizar meus objetivos...

segunda-feira, 04 agosto, 2008  
Blogger Manoel Carlos said...

Frase inesquecível

Por que morrem crianças palestinas e não morrem crianças israelenses? Porque nós cuidamos de nossas crianças e eles não cuidam das crianças deles” -
Primeiro-Ministro de Israel logo após seus soldados assassinarem dezenas de crianças palestinas que estudavam numa escola da ONU, na Faixa de Gaza.

Manoel Carlos

sexta-feira, 16 janeiro, 2009  

Postar um comentário

<< Home